domingo, 25 de julho de 2010

Saudades de você

Há tanto tempo não te vejo
Não sinto teus beijos
Tanto te temo quanto te desejo
Você foi o primeiro que fui amar
Em teus braços para me abraçar
Sinto tanta falta...
Das conversas jogadas.
Das risadas,
Das cartas...
Por que você mudou tanto? Por que ainda te amo?
respostas sem sentido, você não é mais meu paraiso, só o proibido.
Tanto você como eu, precisamos de um ao outro, mas vem um desgosto
eu de te amar, e você á mudar, sem eu você ficar...
Não podemos continuar...Sua falta SEMPRE ficará!



esse texto foi escrito por mim há 1 ano, e eu encontrei-o e quis dividi-lo com vocês, meus leitores lindos *-*

Nenhum comentário:

Postar um comentário