quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Dois tolos.

Pego mais um cigarro, me dirijo lentamente para a sala de estar,  me  sento na poltrona vermlha.
Fico parada, observando as paredes, com o olhar fixo em uma quadro velho, mas com a mente correndo em milhares de pensamentos, milhões, a maioria dúvidas.
Fecho o olho e tento me lembrar de tudo que possa ter me levado á esse sentimento, penso com tanto ódio...mas ao mesmo tempo com tanto carinho. Odeio ter que admitir estar me envolvendo em um sentimento que me machucou tanto... mas adoro o causador desse sentimento.
Realmente, nem cigarros, músicas ou a escrita podem me salvar mais, acho que estou condenada á amores bipolares até os fins da minha vida.
Odeio tambem a rede virtual. Odeio. Odeio a falta do calor, odeio a frieza e o amor nas palavras.
Odeio quando você escreve algo bonito para mim, quando diz que me adora, quando me manda um coração virtual. Odeio não poder ouvir isso dos seus lábios, da sua voz, do seu ser.
Odeio a vergonha que nos bloqueia.
No meio desses ódios, não sei mas o que realmente sinto sobre essa situação.
Me entrego de uma vez? Mas e se você apenas for mais um brincalhão que esta secretamente rindo de uma suposta ilusão?
Tudo seria bem mais fácil se eu pudesse ler seu olhar, e descobrir a verdade. Mas enquanto nenhum dos dois tomam a atitude, serão mais dois tolos no mundo.
Apago meu cigarro e entro no msn.
Procuro seu nome.


Tumblr_lgv1dxs0mz1qh0szao1_500_large


Ana Paula Scherk

Nenhum comentário:

Postar um comentário